R$ 3.18
Dólar Comercial
WhatsApp

92 98115-8357

Pedro Elias, um moribundo no Governo do Amazonas - Holofote Manaus
Bastidores do Poder
por Holofote Manaus
  E-mail: bastidores@holofotemanaus.com.br
  Telefone: (92) 8115-8357

Saúde

10/01/2017 às 09h28 - Atualizada em 10/01/2017 às 09h28

Pedro Elias, um moribundo no Governo do Amazonas

Holofote Manaus
Manaus - AM
FONTE: Portal Agora Amazonas

Foto: Reprodução/Internet

O governador José Melo decretou, em conversa com pessoas próximas: “O Pedro precisa sair”. Estava se referindo a seu secretário de Saúde. E não esconde mais isso. Não vai demitir o auxiliar, porque entende que ele não merece a humilhação, depois de aguentar tanta crítica em seu lugar, mas não vê mais nele a capacidade de conduzir o setor.

Pedro Elias cometeu falhas graves, que impactaram diretamente na popularidade de Melo. A primeira foi o anúncio do fechamento de algumas unidades de saúde, a exemplo dos Caimis e Caics. O chamado “reordenamento”, que o próprio governador foi convencido a anunciar, gerou uma onda de protestos e reações dos órgãos de fiscalização. Por causa disso, o chefe viu esvair-se o sonho de ser o maior eleitor na eleição municipal do ano passado. Não conseguiu atuar nem como coadjuvante, tamanha a rejeição.

Mas o pior viria em setembro, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Maus Caminhos, que caiu no colo de Melo, em plena campanha eleitoral. Os policiais descobriram um rombo de R$ 110 milhões na Saúde, comandado pelo médico Mohamed Mustafa, nas barbas de Pedro Elias. E o secretário foi incapaz de dar à sociedade uma explicação convincente.

Elias não deu a Melo alternativas que revertessem a sua impopularidade e demorou a solucionar os problemas dos salários de funcionários das empresas terceirizadas. Por último, viu seu maior garantidor no governo, o primeiro irmão, Evandro Melo, pedir demissão e sair de cena.

Moribundo no governo, sem prestígio nem para nomear um zelador, Pedro Elias se apega ao cargo, com medo de perder uma certa proteção que ele lhe proporciona. Mas Melo não quer mais sua presença no governo.

Se não apressar a saída, vai acabar tendo que conviver com um carimbo de demissão no currículo.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 56866 VEZES

Comentários

Veja também

Holofote Manaus

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados